Service 1

Controle de Escorpião

Escorpiões são predadores da aranha e outros insetos. principalmente baratas. O veneno do escorpião afecta o sistema nervoso da vitima. Cada espécie tem um veneno próprio.

Possuem atividade noturna e vivem habitualmente em terras áridas e rochosas, exigindo locais húmidos para se abrigarem. Tem a capacidade de atenderem sua necessidade de água retirando umidade do ar respirado.

Há duas espécies causadoras de acidentes: o escorpião marrom (Tityus bahiensis) e o escorpião amarelo Tytius serrulatus).

Há registros científicos que comprovam a existência de escorpiões há 400 milhões de anos. Atualmente, já estão catalogadas cerca de 1600 espécies e subespécies, distribuídas em 116 gêneros diferentes em todo o mundo.

No Brasil, os escorpiões de importância médica e também para controle de pragas pertencem ao gênero Tityus, das espécies Tityus serrulatus (ESCORPIÃO-AMARELO) e Tityus bahiensis (ESCORPIÃO-PRETO OU MARROM), pois são as que mais atacam o homem.

O escorpião-amarelo é o mais venenoso, encontrado na região Sudeste, e de maior incidência no Paraná, Bahia e sul de Goiás. Já o escorpião-preto, é encontrado da Bahia ao norte da Argentina, Mato Grosso do Sul e Paraguai.

Nossos profissionais especializados estão prontos para lhe atender.

Reprodução

A reprodução da grande maioria das espécies é sexuada, exigindo a intervenção de machos e fêmeas. Porém, algumas espécies possuem reprodução monoica (também chamada partenogênese), ou seja, não exige a presença de machos. Neste processo, óvulos não fertilizados dão origem a embriões vivos. Na reprodução sexuada, tal como em outras espécies, há uma dança nupcial que antecede o acasalamento. O macho limpa o chão com os pentes e deposita aí uma cápsula contendo espermatozóides (espermatóforo). De seguida, arrasta a fêmea para cima dos espermatozóides a fim de que ela os receba.
Há espécies de escorpiões que são vivíparas (Se desenvolvem dentro do corpo da fêmea em uma placenta), mas a maioria é ovovivíara (se desenvolvem em um ovo dentro do corpo da fêmea, que eclode internamente). Podem gerar de 6 a 90 filhotes e o tempo de gestação varia com a temperatura, espécie e alimentação da mãe, podendo estar entre 2 meses e 2 anos. Os filhotes nascem completamente brancos e por meio de parto, através de uma fenda genital. Eles ficam colados ao dorso materno por cerca de 10 a 14 dias até completar-se a primeira muda (quanto mais jovem o escorpião, mais mudas ele fará) até que consigam obter seu próprio alimento sozinhos. A idade adulta é alcançada com cerca de um ano de vida.
Características físicas
O corpo dos escorpiões é dividido em prossoma (cefalotórax), mesossoma e metassoma.

  • O prosomo é a região anterior, onde se encontram os olhos, quelíceras, pedipalpos terminados em quelas (pinças) e pernas e os pentes.
  • O mesossomo é a região larga do corpo, onde se encontra a cauda, ali se encontra uma estrutura cilíndrica com um espinho na ponta, chamada telson (o ferrão), duas glândulas de veneno e o ânus.

Os artrópodes possuem esqueleto externo (um exoesqueleto), uma estrutura dura, quitinosa, que reveste seu corpo, sem antenas, com quatro pares de patas torácicas e um par de palpos. Respiram por meio de filotraqueias, pulmões foliares, como páginas de um livro. Seu corpo é dividido em cefalotórax, pré-abdômen e pós-abdômen.
Das 1600 espécies de escorpião, apenas 25 causam graves acidentes ao homem.
Algumas espécies atingem dimensões da ordem dos 30 cm e chegam a capturar até pequenos vertebrados (lagartos, rãs e roedores).
Os escorpiões diferem dos outros aracnídeos por terem palpos compridos, além da característica cauda longa e perigosa. Os palpos funcionam como pinças grandes e poderosas, que podem ser usadas para segurar e dominar suas presas. São muito sensíveis ao tato e ao deslocamento do ar, devido à presença de cerdas muito longas e finas.Os escorpiões também podem possuir maior número de olhos que outros aracnídeos, algumas espécies chegando a possuir até seis pares, embora não seja comum.

Um escorpião sob luz ultravioleta: diante de uma iluminação comum, este escorpião permanece na cor preta.

O corpo do escorpião é constituído por uma parte mais volumosa, o tronco, e por outra mais longa e estreita, chamada "cauda". A carapaça que constitui o tronco sem apresentar segmentação é chamada prossoma e engloba o cefalotórax, que não apresenta uma cabeça distinta. A parte que constitui o abdômen é o opistossoma e é bastante segmentada, chegando a apresentar doze segmentos. O opistossoma divide-se em mesossoma, porção abdominal que faz parte do tronco, e metassoma, porção formada pelos cinco segmentos posteriores. Estes constituem a cauda, juntamente com o telso, o último anel. A cauda termina como um aguilhão e é através deste ferrão que o escorpião inocula sua peçonha. No cefalotórax localizam-se os dois olhos medianos, na saliência cômoro ocular, e os olhos laterais, de cada lado da carapaça. Alguns escorpiões podem brilhar quando expostos à luz ultravioleta (UV), adquirindo uma cor verde-fluorescente,  pois seu exoesqueleto é fotossensível. O exoesqueleto do escorpião é muito sensível à radiação ultravioleta.

Medidas Preventivas

Image 02

Algumas medidas preventivas contra:

CONTROLE DE ESCORPIÕES

(Tutyus serrulatus, Tityus trivittatus).


1 - Seguir as orientações sobre medidas preventivas para baratas.


2 - Remanejar periodicamente materiais de construção que estejam armazenados, usando luvas de raspa de couro.


3 - Consertar rodapés despregados e colocar telas nas janelas.


4 - Telar ralos de chão, pias ou tanques.


5 - Manter limpos os jardins, quintais e arredores, aparando a vegetação com frequência.


6 - Limpar periodicamente terrenos baldios dos arredores.


7 - Não acumular lixo de varredura - folhas secas, gravetos e cascalhos.


8 - Vedar frestas em portas, janelas e muros, impedindo a entrada de escorpiões, principalmente ao anoitecer.


9 - Evitar que as paredes fiquem sem reboco, pois os buracos em tijolos servem de locais de abrigo para os escorpiões.


10 - Manter alimentos bem embalados de modo a evitar infestação de baratas, cuja a presença atrai escorpiões.


11 - Manter fechados armários e gavetas.

 

12 - Examinar roupas e calçados e antes de usa- lós, principalmente quando tenham ficado expostos ou espalhados pelo chão.