Service 1

Programa Controlar Ambiental HSA - Higiene e Segurnaça Alimentar

Implantar um sistema de controle de qualidade eficaz, é uma necessidade para a garantia da qualidade e uma ferramenta que todas as empresas precisam dominar. A chave para este domínio é o estabelecimento de ações corretivas e preventivas na busca da solução dos desvios encontrados. Somente nos Estados Unidos, de acordo como CDC em 2000 , as doenças transmitidas por alimentos causam mais de 76 milhões de eventos, incluindo 4.200 mortes e 326.900 hospitalizações. Ações sistêmicas dependem da sinergia de esforços, num panorama em constante upgrade em produtos e processos, reduzindo riscos.

Atualizar conhecimentos nas tendências em Segurança dos Alimentos e afins. Alinhar perspectivas e novos rumos nas exigências sanitárias e de mercado. Harmonizar conceitos na trilogia GMP – APPCC – SSOP, sob uma ótica de aplicação prática, visando resultados objetivos. Orientar o planejamento estratégico em Food Safety, integrando aspectos estruturais e comportamentais.

Um sistema eficiente de controle de pragas leva em consideração:

  • Fundamentos da Legislação de Alimentos Segundo o Ministério da Saúde e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Introdução a disciplina. Aspectos gerais sobre a legislação de alimentos. Sistema Nacional de Vigilância Sanitária. Estudo sobre as características da legislação de alimentos. RIISPOA regulamento inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal;

  • Boas práticas de fabricação e Limpeza e sanitização de alimentos. Limpeza e sanitização de alimentos. Princípios de limpeza e sanitização de alimentos, principais sanitizantes da indústria de alimentos Controle Integrado de Pragas;

  • Responsabilidade técnica do profissional tecnólogo de alimentos, Ética profissional. As atribuições e responsabilidade dos profissionais da área de alimentos, requisitos mínimos, legislação do setor de alimentos sobre a responsabilidade técnica;
  • Conceitos básicos de higiene e requisitos de higiene na indústria de alimentos. Princípios de processos de higienização da indústria de alimentos. Conceitos de pontos críticos de controle de higiene, princípios de limpeza;
  • Doenças veiculadas por alimentos: prevenção e epidemiologia;
  • Principais doenças causadas por alimentos, fatores que favorecem o surto de doenças causadas por ingestão de alimentos. Epidemiologia e profilaxia de doenças veiculadas por alimentos, definição de surto e epidemias;
  • Demonstram da situação real das condições higiênico sanitárias dos estabelecimentos, certificando as BPF, tendo como base o programa de Assessoria Sanitária;
  • Auditoria Diagnóstica Manual de BPF.  Treinamento de BPF POP´S (Procedimentos Operacionais Padronizados);
  • Check list, que sinaliza as condições atuais de BPF (Boas Práticas de fabricação);

O controle deve ser feito através de MIP que propõe emprego de diferentes técnicas como:

Higienização e sanitização, com remoção de rachaduras e limpeza de equipamentos.

Organização e manejo ambiental, com descarte de materiais insusíveis, armazenamento adequado, vedação ou selagem de frestas e de pés tubulares de mesas e cadeiras, eliminação de vazamentos. Estratégias químicas, com uso de produtos permitidos e registrados no MS, que são desalojantes.

Inicialmente será realizada uma vistoria técnica detalhada por profissionais amplamente habilitados e treinados, no local a ser introduzido o sistema, onde serão levantados e abordados alguns pontos como:

  • Levantamento e Avaliação das pragas existentes no local e suas espécies;
  • Amostragem e apresentação do nível de infestação;
  • Mapeamento dos locais de infestação e dos pontos de acesso;
  • Identificação das áreas críticas;
  • Identificação de áreas sensíveis e restritas;
  • Diagnostico e identificação das possíveis causas de infestação e potencial de reinfestação;
  • Coleta de informações quanto às condições de funcionamento;
  • Elaboração de um plano de ação adequado ao local, e a praga a ser combatida;
  • Eliminação dos principais focos secundários existentes;
  • Monitoramento da área, através de palestras para as pessoas responsáveis e usuários do local visando conscientização, aplicação de normas de BPF e a redução do risco de infestação.

O MIP consiste em várias medidas, como a aplicação convencional de inseticidas e raticidas em paralelo com medidas ambientais tais como:

Medidas Biológicas - Visa identificar a espécie infestante, conhecendo seu ciclo de vida e hábitos, para poder realizar a colocação de armadilhas com atrativos biológicos, repelentes, e feromônios;
Medidas Físicas – visa modificar o meio infestado, de modo a prevenir e dificultar a formação de colônias infestantes, localizando e eliminando frestas existentes em azulejos, móveis, máquinas e conduítes com telas protetoras, cortinas de ar ou outro material adequado;
Medidas Químicas – Consiste na aplicação de diversas formulações de defensivos, podendo ser utilizados na forma de gel, pó, liquido, sólido, na forma de UBV (Ultra Baixo Volume) ou FOG (Fumaça), conforme determinação do receituário do profissional responsável pela elaboração e coordenação do PA (Plano de Ação), a depender dos lugares a serem aplicados.

VANTAGENS DO PRAGRAMA MIP?

O objetivo do programa é o planejamento das ações que vai assegurar a você e ao ambiente, o controle dos níveis de pragas durante todo o ano.
Diferentes pragas tornam-se ativas durante o ano.
Com nosso programa anual você estará coberto e protegido desses eventos e suas conseqüências.
O programa deve combater as três fontes do seu problema: Alimento, Água e Abrigo. Visa também o controle das pragas ativas, os ovos e o acesso a sua área, por penetração ou transportadas em caixas e embalagens.


Pragas Ativas - Implantação do Sistema

Há uma população ativa de pragas em seu ambiente, ocultas em frestas e fendas.
Esta população migra constantemente e cresce no seu ambiente à procura de alimento, água e abrigo.
Está sempre ativa e criando novas gerações. Baseados na nossa pesquisa por nosso controle de qualidade, o programa combate às pragas existentes e previne as pragas futuras, conforme a estação climática.
Vide memoriais descritivos de cada praga com seus ciclos e observe como só um programa anual pode ser eficaz.

Acesso - Proteção exterior por isolamento.

Sua área é atrativa por abrigo, alimento, formação de ninhos, etc.
Podem entrar de várias maneiras que provavelmente você desconhece.
O isolamento sanitário impede a maior parte dessa invasão às áreas internas, exceto ovos e adultos transportados por embalagens.

GESTÃO

Image 02

Se sua empresa, comércio ou indústria precisa de uma solução para integrar o controle de pragas, solicite um orçamento sem compromisso.

Implantação

  • Classificação dos ambientes por risco de contaminação (nível de sensibilidade)
  • Vistoria e identificação de focos de pragas
  • Instalação de pontos de iscagem e armadilhas atóxicas, fixados e identificados com etiqueta padrão em mapa
  • Palestra de conscientização e treinamento dos colaboradores, integrando-os ao programa
  • Registro de pontos que facilitem o acesso, abrigo e proliferação de pragas - não conformidades
  • Implantação de planilhas para registro de pragas
  • Sugestões de medidas preventivas e corretivas
  • Definição da estratégia de trabalho - cronograma de atividades

Gestão

Através desta ação os procedimentos adotados se matem adequados às normas e procedimentos na qual se norteia o Controle Integrado de Pragas.

  • Acompanhamento das atividades planejadas
  • Monitoramento e avaliação dos dispositivos e armadilhas
  • Aplicação de defensivos químicos de forma racional, quando necessário
  • Acompanhamento através de relatórios e gráficos em nosso site
  • Investigação,análise e emissão de laudo técnico em materiais provenientes de reclamação - SAC
  • Assessoria na qualificação de fornecedores

Documentos Técnicos

  • Relatório de implantação - avaliação prévia realizada pelo gestor
  • Cronograma de atividades - programação anual
  • Mapa de identificação dos dispositivos (pontos de monitoramento)
  • Certificado de aplicação e garantia - ordem de serviço
  • Solicitações de cliente registrada na ordem de serviço
  • Relatório de monitoramento - coleta de dados
  • Relatório de elementos facilitadores - não conformidades
  • Planilha de registro de pragas - individual por departamento
  • Laudo de identificação de pragas
  • Relatório mensal - recebe atualizações em tempo real a cada visita de monitoramento
  • Adequação de relatórios às necessidades de clientes

Solicite Uma Visita Técnica Sem Compromisso